.

sábado, 8 de fevereiro de 2020

Limite no cartão de crédito retorna após quitação de dívidas?

By
Muitas pessoas utilizam o cartão de crédito para o pagamento de diversas contas e aquisição de produtos e serviços variados, o que torna o método de pagamento um dos mais práticos, porém, um dos mais perigosos para a realização de dívidas que podem acumular conforme parcelamentos realizados e pagamentos mínimos que são feitos das faturas do benefício.

Com o acúmulo das dívidas, fica cada vez mais difícil livrar-se dos valores que são cobrados no cartão de crédito, o que também impacta no limite que está disponível para os utilizadores do serviço, permitindo que haja a liberação com a quitação dos dividendos.


Oferta de quitação das dívidas e liberação do limite do cartão de crédito

A geração de dívidas contínuas de muitos indivíduos faz com que as instituições financeiras acompanhem esses valores e ocasionalmente ofereçam oportunidade para parcelamento da fatura de cartão de crédito, com um acordo com o usuário para que o mesmo possa realizar o pagamento dessa quantia e receber novamente seus benefícios e vantagens como as inclusas no serviço, ainda que sejam dispostos alguns juros dentro dessa negociação.

Primeiramente, é necessário atentar-se que o parcelamento da fatura do cartão de crédito só é indicada quando o cliente não conseguirá pagar de forma integral as dívidas que foram geradas com o serviço, ou seja, sempre que houver a possibilidade de quitação dos valores no mesmo mês em que devem ser pagos, é ideal que o usuário o faça por completo.

Caso contrário, o cliente deverá arcar com uma taxa de juros que pode chegar até 2% ao mês, o que dependendo da dívida que for gerada, pode comprometer gravemente o planejamento financeiro de qualquer pessoa.

Outra possibilidade, caso não consiga realizar o pagamento integral do cartão de crédito no mês em que o mesmo deveria ser quitado é recorrer à outros tipos de serviços de parcelamento que ofereçam uma possibilidade menor de juros, assim como o empréstimo consignado, oferecendo ao interessado prestações que são deduzidas do salário ou benefício que é recebido pelo indivíduo, sem a necessidade de retirar do bolso um valor que já possui.

É indicado, de qualquer modo, que todos os consumidores que costumam utilizar o cartão de crédito para a aquisição de bens e serviços, tais como pagamento de contas, somente utilizem o benefício de acordo com suas possibilidades de pagamento, sem exceder os ganhos.

O limite retorna de forma imediata?

Mesmo com o pagamento do cartão de crédito e a quitação das dívidas realizadas com esse benefício, é possível que o consumidor tenha que passar por uma nova análise de crédito pela instituição financeira que concedeu o benefício, pois essas empresas terão o dobro de atenção com os clientes que não conseguiram realizar os pagamentos com os quais estavam comprometidos.

É provável que os clientes, mesmo com a quitação das dívidas, não tenham seu limite de volta de modo imediato, normalmente com um valor menor que o anterior para que possa, novamente, ganhar score mediante à instituição.

xxx




Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário