.

domingo, 26 de abril de 2020

Nubank oferece suporte para Mastercard SecureCode e compras no cartão de crédito

By
A compra em e-commerces está tornando-se cada vez mais frequente, porém muitos usuários ainda sentem-se desconfortáveis em adquirir produtos online devido aos vários furtos e falhas de segurança que ocorrem em sites de pagamento.

A Nubank, uma das finetechs mais populares atualmente, está prestando suporte para a Mastercard SecureCode, fornecendo um recurso para garantir que as compras dos usuários serão concluídas com sucesso e segurança no ambiente online.

Como funciona o recurso da Nubank ao SecureCode?


O sistema da Mastercard SecureCode irá receber o dobro de segurança com o recurso disponibilizado pela Nubank, fornecendo uma autenticação de dois fatores que será exigida para a conclusão de compras online que possuam esse sistema no momento da conclusão de compra.

Com o suporte do Nubank, o usuário deverá autorizar a compra por meio do aplicativo para celular, confirmando sua autenticidade. Caso esse processa não ocorra, o cartão será automaticamente bloqueado para evitar posteriores compras duvidosas com o mesmo método de pagamento, visando
eliminar as fraudes e furtos que ocorrem de modo recorrente no comércio eletrônico.

O tempo que o usuário possuirá após escolher o método de pagamento, até a confirmação do segundo fator de autenticidade por meio do aplicativo será de cinco minutos, aprovando a transação realizada.

O que fazer quando o cartão for bloqueado?


Caso o usuário demore mais de cinco minutos para realizar a autorização da transação online, o mesmo poderá desbloquear o cartão de crédito em questão rapidamente por meio do próprio aplicativo.

Método 3D Secure no cartão de crédito


A autenticação de dois fatores, atualmente, é um método muito eficaz e necessário para que as compras e transações realizadas com cartão de crédito sejam reconhecidas por seus proprietários.

O método 3D Secure fornece um padrão de segurança para compras que envolve três frentes: o emissor do método de pagamento, o banco que receberá o valor indicado e o sistema que faz o intermédio entre ambos. Esse método de segurança pode ser inserido por todas as lojas virtuais, algumas delas com variações de suas nomenclaturas em relação à empresa que faz esse procedimento.

Dois fatores devem ser utilizados para a conclusão de compras, permitindo combinar algo de posse do cliente (celular ou cartão físico), algo de conhecimento do mesmo (senhas, SMS e acesso ao aplicativo), além de algo do DNA deste consumidor (biometria ou digital, por exemplo).


Veja dicas de como trabalhar Home Office pela internet direto de sua casa, no conforto do seu lar!




Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário