Dicas para não cair em golpes com cartão de crédito - Parte 2

Deixar o método de pagamento cadastrado pode ser rápido e prático, porém perigoso principalmente para aqueles que possuem filhos pequenos em casa, deparando-se com compras diversas na fatura que não foram adquiridas por si mesmo(a), podendo comprometer financeiramente um indivíduo.


2. Bloqueie o cartão de crédito: Caso não possua expectativas para usar o cartão de crédito de maneira imediata, é ideal mantê-lo bloqueado. Caso já possua e utilize um cartão, porém quer controlar seus gastos temporariamente sem o uso do método de pagamento, é possível solicitar o bloqueio temporário diretamente com a instituição financeira cedente, evitando tentações e até mesmo golpes de roubo de dados sem o uso efetivo.





3. Prefira o cartão de crédito virtual: O modo físico do cartão de crédito ainda é tradição, porém as versões virtuais já são muito mais seguras para os usuários, evitando perdas e roubos, apenas constando suas informações no ambiente online em modo criptografado e protegido, garantindo que terceiros não tenham acesso aos mesmos, apenas conseguindo obter esses dados ao acessar a conta por meio de aplicativo ou página na internet com os dados cadastrais.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem